terça-feira, 08 de março de 2016

Estrutura da CAERN - Correspondência ao Presidente

SINDAGUARN.COM.BR
Secretaria de Comunicação do Sindágua/RN

 

 

 

Ilustríssimo Senhor Diretor Presidenteda CAERN.
Doutor Marcelo Saldanha Toscano.


Em correspondência deste sindicato, datada de janeiro de 2015, remetida para vossa senhoria, manifestamos a nossa preocupação com os rumos da CAERN, frente a difícil situação financeira, inspiradora de todos os cuidados e cautelas que assegurassem que a situação não seria agravada.

Naquele momento chamamos a atenção para a nova estrutura organizacional aprovada, mas com previsão de implantação mediante condições de oportunidade para que não causassem o efeito contrário ao que se propunha em todos os estudos dessa estrutura.

Recomendamos que todas as iniciativas de implantação fossem suspensas ou impedidas até que condições mais favoráveis fossem observadas, considerando, principalmente, que qualquer alteração envolvia custos imediatos e resultados, por vezes, a longo prazo, ou mesmo de ocorrência duvidosa.

Surpreendeu-nos a iniciativa atual de alteração da atual estrutura, com a criação de uma unidade administrativa de Superintendência, entre os atuais status de Diretoria e Gerência.

A surpresa deve-se, primeiramente, ao fato de que obtivemos a garantia de vossa senhoria de que toda e qualquer iniciativa de alteração passaria por ampla análise de viabilidade e oportunidade, e ainda que teríamos a oportunidade de opinar e apresentar sugestões representativas dos anseios dos trabalhadores.

Além disso, causou-nos ainda mais surpresa o fato de que a iniciativa de criação do status de Superintendência contraria todos os estudos feitos pela comissão de estruturação que discutiu amplamente com todas as unidades da Companhia, a estrutura organizacional que desejava.

Nesse estudo foi sugerido, quando oportuno e viável fosse, o status de Superintendência Regional, que serviria de elo entre as gerências regionais e as diretorias, além de facilitação de trâmites com outras gerências. A justificativa técnica mais forte para a criação desse status era em razão da localização dessas gerências regionais distantes do centro das decisões, e que pela semelhança entre elas, poderiam ter o suporte e supervisão centralizada, minimizando as ações desses gerentes em buscar a todo instante orientação deliberativa ou meros encaminhamentos de cunho administrativo. Em nenhum momento foi sequer mencionada a possibilidade de criação dessa superintendência para servir de elo entre gerências internas da capital e a diretoria correspondente.

A situação que ora se considera, com a criação de superintendências dentro da Diretoria Comercial e da Diretoria de Operação e Manutenção, trata de completa inovação sem que tenha havido qualquer justificativa técnica plausível ou respaldo nos estudos organizacionais já mencionados.

Da mesma forma, se a criação da Superintendência regional já não se justifica em razão do momento inoportuno, quanto mais não se justifica, sob nenhum aspecto, a criação de Superintendência interna, dentro da Diretoria Comercial e da Diretoria de Operação e Manutenção.

Novamente vimos até vossa senhoria para chamar a atenção para a extrema necessidade de imprimir a máxima cautela quanto a qualquer alteração de estrutura organizacional e em especial à criação dessa Superintendênciaque entendemos seja um grande equívoco e que não consegue se justificar sob nenhum aspecto.

Por último, apelamos para o bom senso de vossa senhoria e pedimos que seja suspensa a criação dessa Superintendência e que outras alterações estruturais analisem à exaustão todos os aspectos de viabilidade e oportunidade.


Antecipamos agradecimentos reiterando votos de apreço e consideração.

Natal, 08 de março de 2016.

Alberto da Silva Moura
Presidente do Sindágua-RN

   
       
     
       
 
 
Mais informações?
Entre em contato com o SINDAGUARN.COM.BR, mande seu recado, envie sua crítica ou sugestão. Enviar.