quinta-feira, 09 de março de 2017

Contradições sobre a privatização da CAERN

SINDAGUARN.COM.BR
Secretaria de Comunicação do Sindágua/RN

O governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) anunciou, nesta terça-feira (7), um pacote de concessões que inclui rodovias, ferrovias, terminais portuários, estatais de saneamento e linhas de transmissão de energia. Entre as empresas na lista de privatizações está a CAERN.

O anúncio de Temer contradiz o governador Robinson Faria, que tem negado a intenção de privatizar a CAERN. O deputado estadual Fernando Mineiro (PT), após a divulgação da lista de privatizações do governo federal, alertou para o risco de venda da empresa de saneamento do RN.

“O Governo do RN tem dito que não vai vender a CAERN, mas o governo federal coloca a empresa na lista de privatizações do Brasil. O governador Robinson Faria, pelo visto, mudou de ideia e pretende mesmo vender a última empresa pública que restou no Estado”, alertou.

Além da estatal do RN, o governo federal listou mais 13 empresas de saneamento (distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto) a serem repassadas à iniciativa privada nos seguintes estados: AC, AP, SC, AL, CE, MA, PB, PE, SE, BA, PI, TO, AM.

No total, o pacote de Temer inclui 55 projetos de infraestrutura a serem concedidos através do chamado Programa de Parcerias em Investimentos (PPI). O anúncio aconteceu no mesmo dia em que o IBGE divulgou que a economia brasileira encolheu 3,6% em 2016, após o golpe que depôs a presidenta eleita Dilma Rousseff.

*Com informações do G1 e do mandato de Fernando Mineiro

   
Mais informações?
Entre em contato com o SINDAGUARN.COM.BR, mande seu recado, envie sua crítica ou sugestão. Enviar.