segunda-feira, 22 de maio de 2017

Trabalhadores querem eleições diretas e fim das reformas que atacam direitos
O forte calor e a chuva que caiu em Natal foi oposição vencida pela diversificada expressão crítica dos manifestantes que se reuniram na manhã deste domingo (21) na Praça das Flores e desceram à Praia do Meio para exigir a renúncia de Temer (PMDB) e a realização de eleições Diretas Já.

SINDAGUARN.COM.BR
Secretaria de Comunicação do Sindágua/RN

O forte calor e a chuva que caiu em Natal foi oposição vencida pela diversificada expressão crítica dos manifestantes que se reuniram na manhã deste domingo (21) na Praça das Flores e desceram à Praia do Meio para exigir a renúncia de Temer (PMDB) e a realização de eleições Diretas Já.

Com muita animação e disposição, palavras de ordem, faixas, cartazes e artes foram levadas às ruas da capital potiguar para rechaçar qualquer tentativa de decisão indireta e reforçaram, ainda, a necessidade de enfrentamento ao maior retrocesso social e de direitos trabalhistas e previdenciários que o Palácio do Planalto e o empresariado, além de setores da mídia, querem impor aos brasileiros.

Os atos traduziram, mais uma vez, o desejo do povo de antecipar as eleições diretas e decidir sobre o próprio destino. O caminho para isto é continuar nas ruas. A classe trabalhadora precisa se unir cada vez mais pedindo Diretas Já, mas também dizendo não às reformas da Previdência e Trabalhista, até que sejam definitivamente retiradas de pauta.

Na próxima quarta-feira (24), o movimento Ocupa Brasília promete reunir milhões de pessoas de todo o país na capital federal. As centrais sindicais conclamam toda a sociedade brasileira, as diversas categorias do campo e da cidade, os movimentos sociais e de cultura a participarem. Segundo as centrais sindicais, o objetivo é “reiterar que a população brasileira é frontalmente contra a aprovação da reforma da Previdência, da reforma Trabalhista e de toda e qualquer retirada de direitos”.

 

   
Mais informações?
Entre em contato com o SINDAGUARN.COM.BR, mande seu recado, envie sua crítica ou sugestão. Enviar.